(Foto: blog Waldiney Passos)

Os pais da menina Beatriz Mota, que foi assassinada em 10 de dezembro de 2015, Sandro Romilton e Lúcia Mota, familiares e amigos do coletivo Somos Todos Beatriz realizaram na noite desta quarta-feira (10), um manifesto para lembrar os 2 anos e 1 mês da morte da menina.

O encontro foi no portão que dar acesso a quadra do Colégio Maria Auxiliadora, em Petrolina (PE), onde a menina foi assassinada com cerca de 40 facadas, em 10 de dezembro de 2015, durante uma festa de formatura.

Durante o ato, desta quarta-feira (10), foi colado um novo cartaz com a foto de Beatriz na parede do colégio, contendo a inscrição “Ninguém está acima da justiça”.

As pessoas presentes acenderam velas, colocaram flores no local, fizeram orações e cantaram.


WP

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here