Nepotismo, corrupção, improbidade administrativa… a jornalista Camila Abdo revela isso e muito mais sobre o prefeito de São Paulo.

Para tranquilizar a população nesse momento de pandemia, Bruno Covas anunciou que, fazendo jus ao seu sobrenome, abriu mais covas, além de comprar mais urnas funerárias e sacos de colocar cadáveres… Mas, quem é Bruno Covas? Camila Abdo, do canal Direto aos Fatos, fez um verdadeiro dossiê revelando a história dele e já começa com uma bomba:

“Ele assumiu quando João Doria abandonou o cargo para assumir o governo do estado. Bruno Covas não é melhor do que João Doria em nada, quer dizer, deve ser melhor em roubar, porque se mantém bem longe das páginas da grande mídia, embora tenha alguns processos por corrupção, nepotismo, improbidade…”. Confira outros trechos em destaque:

“Sabe essas enchentes que aconteceram em São Paulo, em 2018, 2019, 2020, que inclusive mataram pessoas? Sabe por que aconteceu isso? Porque Doria e Bruno Covas cortaram pela metade os gastos com a prevenção de enchentes e desabamentos, porque não é na casa deles, não é mesmo?”

“Bruno Covas tem o costume de cometer nepotismo. Ele nomeou sua tia para trabalhar na COHAB (Companhia Metropolitana de Habitação de São Paulo), responsável pelas políticas públicas da habitação da cidade. Ela ganhava R$ 7 mil por mês. A prefeitura, passando aquele paninho básico, afirmou que Renata da Fonseca Pereira Covas é advogada de formação, e não é parente de Bruno Covas… de jeito nenhum, ela só é casada com o tio dele, que é a irmão da mãe dele, e mãe dos primos de Bruno Covas…”

“Doria e Covas, a dupla imbatível, se tornaram réus em processo em corrupção no carnaval de rua, por supostamente por terem conhecimento e não terem evitado o esquema de corrupção. Para quem não sabe, João Doria só está no cargo por conta de uma liminar judicial, porque ele é condenado por improbidade administrativa.”

Veja o vídeo:

Siga o Canal Direto aos Fatos:

https://www.youtube.com/channel/UCbX9Oko67AoVp5CMtZzI_Fw

Deixe uma resposta