(Foto: Guga Matos/JC Imagem)

Em ato de campanha neste sábado (22), no Recife, junto com o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT), o governador Paulo Câmara (PSB) foi vaiado ao começar a discursar no palco montado na Praça Maciel Pinheiro, no centro da capital pernambucana. Também presentes na agenda, a viúva do ex-governador Eduardo Campos, Renata Campos, e do seu filho João Campos, candidato a deputado federal, também foram vaiados ao serem citados no discurso de Haddad.

Diante das vaias, o governador iniciou o seu discurso exaltando a aliança com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e a utilizar o discurso da Turma de Temer. Antes mesmo de se dirigir aos militantes, o socialista foi vaiado também quando o senador Humberto Costa (PT) afirmou que ele seria eleito e durante a fala da candidata a vice-governadora, a deputada federal Luciana Santos (PCdoB). (Fonte: Blog do Jamildo)

Fonte

Deixe uma resposta