Dois grandes nomes do teatro mundial estarão em Petrolina (PE) e Juazeiro (BA) nos dias 12 e 13 de dezembro. Eles são o diretor teatral Eugênio Barba e a atriz Julia Varley, ambos integrantes do Odin Teatret, sediado na Dinamarca. Os artistas chegam à região para participar do projeto “Pontes Flutuantes – diálogos para cena”, .

Quais as semelhanças e diferenças entre o teatro que se faz no Vale do São Francisco e no resto do mundo? Essa é uma das questões que norteiam a realização do Pontes Flutuantes em sua primeira edição. O projeto nasce com o objetivo de celebrar o fazer teatro e aproximar os diversos pensamentos acerca da autonomia do teatro como arte e como área de conhecimento e expressão dos modos de organização coletiva ao redor do planeta.

Não foi por acaso que o pessoal local convidou Julia Varley e Eugênio Barba para inaugurar o projeto. Eugênio é fundador do Odin Teatret e criador do conceito de antropologia teatral, além de ser um dos maiores pensadores do teatro contemporâneo. Já Julia Varley traz à cidade a apresentação da sua pesquisa em torno da voz do ator, com uma oficina e a demonstração do seu trabalho.

Em dois dias de evento, divididos entre as dependências do Sesc, em Petrolina, e o Centro de Cultura João Gilberto, em Juazeiro, o público vai poder conferir a palestra-demonstração “Pensar através das ações”, a demonstração-espetáculo e a oficina “O Eco do Silêncio”. Todas as atividades fazem parte de um roteiro que é apresentado pelos artistas em diversos países e para participar do Pontes Flutuantes, basta realizar a sua inscrição, através do endereço eletrônico: birutaciadeteatro@hotmail.com.

Programação

A programação condensa um pouco da trajetória de Eugênio Barba e Julia Varley e de como eles construíram esse modo de fazer teatro há mais de 50 anos. “Eles vão trazer o conhecimento e a forma como eles construíram esse teatro e esse pensamento sobre o teatro contemporâneo e o teatro antropológico. E nós vamos poder apreender isso em uma exposição que é ao mesmo tempo teórica e prática, porque eles trazem um paralelo entre a reflexão, o estudo, a pesquisa e a prática, a vivência empírica do ator e da atriz. É uma formação completa“, conta a atriz Cristiane Crispim, uma das organizadoras do evento. A programação completa pode ser conferida acessando aqui. (foto/divulgação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here