Em ritmo acelerado de implantação, o Parque Fluvial de Juazeiro teve mais uma etapa cumprida dentro do cronograma. A Secretaria de Obras e Desenvolvimento Urbano (Sedur) concluiu nesta quinta-feira (16) a retirada das barracas instaladas na ‘prainha’ da Marinha, para que a obra avance ainda mais.

Desde a segunda (13), data acordada entre a gestão municipal e os barraqueiros para o início da remoção das barracas, os barraqueiros vêm trabalhando na desmontagem das estruturas e removendo seus equipamentos.

“Todos os barraqueiros estavam cientes da necessidade da remoção das estruturas. A Associação dos Barraqueiros e a prefeitura dialogaram várias vezes sobre o assunto e contamos com a parceria da Federação das Associações. Todo o processo foi feito com muita transparência e democracia. Sabemos que esse período de obras será difícil para nós, comerciantes, mas será por uma boa causa e logo estaremos recebendo novas estruturas, com todas as condições de conforto e higiene”, declara o presidente da Associação de Barraqueiros da Prainha da Marinha, Magno Costa.

De acordo com o engenheiro da Sedur, Lucas Souza, com a remoção das barracas será iniciada a construção do campo de futebol e recuperação ambiental da margem do Rio no local. “Até amanhã as equipes que estão trabalhando no local devem concluir toda a limpeza da área das barracas. A partir dessa conclusão iniciamos a construção do campo de futebol, recuperação da área da prainha e também a construção da pista de Cooper e ciclo faixa”, observa o engenheiro.

Tranquilidade

O titular da Sedur, Anderson Alves, acompanhou todo o processo de remoção das barracas, e avaliou como tranquilo. “Não tivemos contratempos. Todo o processo ocorreu dentro do esperado, pois o prefeito, juntamente com a equipe de governo, buscou o diálogo e entendimento, então o resultado não podia ser diferente. Agora é tocar a obra para que o cronograma seja cumprido e finalizado dentro da programação“, ressaltou. (Fonte/foto: Ascom PMJ/divulgação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here