De acordo com a servidora estadual, Sueli Gonçalves, os usuários do plano de saúde PLANSERV, que residem em Juazeiro (BA), estão sendo prejudicados por uma cota estabelecida pelo Governo do Estado em clínicas e hospitais da referida rede de saúde.

Acompanhe o relato:  

“Neste ano, o PLANSERV criou uma “cota” de atendimento aos servidores do plano de saúde. Exames, consultas, cirurgias a partir de agora só podem ser realizados mediante a “cota” estabelecida pelo Governo do Estado aos hospitais e clínicas. Em Juazeiro-Bahia, o plano de saúde sempre deixou a desejar, mais felizmente ou infelizmente mesmo com tanta deficiência ainda tínhamos os serviços aqui na região. Ressaltando ainda que o único hospital que temos em Juazeiro é a PROMATRE para sermos atendidos com urgência e emergência; e pouquíssimas clínicas e laboratórios. 

Pagamos as mensalidades em dias, que já é descontado diretamente no contra cheque e simplesmente o que vem ocorrendo aqui é que quando chegam à metade do mês, as instituições alegam que não tem mais vagas, dizem que a cota mensal já foi ultrapassada.

E para completar, uma amiga ao chegar ao único hospital que era atendido pelo referido plano, passando mal na urgência, não foi atendida, não deram nenhuma explicação à servidora aposentada, porque não podia ser atendida naquele momento. Passando alguns dias foi que descobriu que até a emergência e urgência tem “cota”. Isso é um absurdo!!!

Pagamos tão caro para obter o plano de saúde, muitos há mais de 15 anos que possuem o mesmo e agora simplesmente o Governo do Estado da Bahia vem prejudicar a saúde dos servidores, familiares e dependentes. Não podemos nos calar!!! Já perdemos o Supermercado “Cesta do Povo”. Agora é o PLANSERV que está no mesmo caminho de entrar em processo de falência.”








Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here