Mais uma vez a polícia prende o homem suspeito de matar o servidor municipal Jean Dorson Carneiro, 26 anos, no último sábado (28), a pedradas em Lagoa Grande. Em menos de 24h, o ex-presidiário, que foi detido na tarde ontem (30) e liberado por falta de provas, voltou a ser preso na manhã de hoje (31) com mais dois homens. Desta vez, por consumo e posse de  drogas no Distrito de Izacolândia, zona rural de Petrolina.

O acusado que já virou visita constante na Delegacia do município, ainda teve a saliva recolhida pela Polícia Científica, no IML de Petrolina, na tarde desta segunda-feira (30), em cumprimento do protocolo padrão realizado pelas polícias que investigam o crime de Beatriz. O material genético será comparado ao material recolhido na faca utilizada no homicídio. O resultado do DNA deve sair em 10 dias, quando as Polícias Civil e Científica irão se pronunciar sobre o fato.






DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here