A primeira morte foi de um homem de 67 anos, na capital pernambucana. (Foto: Ilustração)

Foi confirmado nesta quinta-feira (16) a segunda morte por dengue, este ano, em Pernambuco. Um adolescente de 16 anos, morreu em fevereiro, mas a causa da morte só foi confirmada este mês.

A confirmação da causa da morte veio após uma segunda análise de amostra das vísceras da vítima. Até novembro, foram notificadas 104 mortes suspeitas de arboviroses, ou seja, em decorrência de dengue, zika e chikungunya, em Pernambuco, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde. Destas, 40 foram descartadas e duas, confirmadas.

Após passar mal, a jovem foi socorrida para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Cruz de Rebouças, em Igarassu, e depois foi encaminhada para o Hospital da Aeronáutica, no Grande Recife.

Apesar das mortes confirmadas, a secretaria ressaltou que o diagnóstico laboratorial positivo dos óbitos, para qualquer uma das arboviroses, não necessariamente as confirma como a causa das mortes. A avaliação – seja para descarte ou confirmação – depende da investigação domiciliar e hospitalar do óbito e da discussão de cada caso individualmente no Comitê Estadual de Discussão de Óbitos por Dengue e outras Arbovirores.

Com informações do G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here