Aos 27 anos e no seu primeiro mandato de prefeito de Bodocó (PE), no Sertão do Araripe, Túlio Alves (DEM) carrega no sangue o DNA político da família. Ele é filho do ex-prefeito Brivaldo Alves, que já comandou o município em três oportunidades.

Em conversa com o Carlos Britto Talk Show, Túlio contou que os desafios de administrar um dos municípios mais importantes do Araripe não são fáceis. No entanto, com sua obstinação e o trabalho em equipe, vem garantindo ao menos os itens básicos à população.

É o medicamento nos postos de saúde, é o transporte escolar. Sei que isso é um direito do povo, mas as dificuldades são grandes”, justificou o gestor, citando como um dos principais entraves a constante queda nos recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Apesar disso, Túlio tem contado com a parceria importante de aliados como o deputado federal Fernando Filho. Por meio do parlamentar, a prefeitura recebeu a quantia de R$ 2 milhões, oriundos da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf), para pavimentar a Ladeira do Salviano, que dá acesso à serra e a várias localidades da região.

Com recursos próprios, o gestor também adquiriu um aparelho de ultrassonografia e de Raio X para o hospital, bem como uma unidade móvel odontológica. “Precisamos saber administrar em meio ao caos”, ponderou.

Críticas

Adversário político do governador Paulo Câmara (PSB), Túlio deixa claro seu tom de descontentamento com a gestão do socialista. Um dos motivos foi o rompimento da ponte que liga Bodocó a Ouricuri, na PE-545, por conta das fortes chuvas em meados de 2018. Para o prefeito, houve um certo “descaso” do Campo das Princesas em remediar a situação. Ele afirma que, infelizmente, “falta atenção” do Estado não apenas com Bodocó, como também com os demais municípios do Araripe. “Até mesmo os aliados do governador estão esquecidos. Nem sei porque continuam seus aliados”, cutucou.

Sucessão 2020

Sobre a sucessão municipal 2020, o prefeito utilizou um discurso convencional para não se adiantar sobre uma provável candidatura à reeleição. “Quero terminar meu mandato com toda a dignidade de que esforcei bastante pelo bem do meu povo. Agora, se o povo, e claro o meu grupo político, entenderem que devo me candidatar novamente, estarei à disposição”, completou. Quem perdeu o talk show com o prefeito de Bodocó, pode acessar o link disponibilizado pelo Blog.

Fonte

Deixe uma resposta