Em uma sociedade refém do consumo desenfreado, o termo eco-friendly tem se tornado cada vez mais comum. Em busca de uma vida mais saudável e consciente e indo contra a maré do consumismo irresponsável, o conceito vem para mostrar o valor da responsabilidade socioambiental. Tanto os consumidores quanto algumas grandes empresas já têm se posicionado e se comprometido a favor do meio ambiente.

E a ideia é promissora. Construções sustentáveis têm se tornado cada vez mais comuns, e têm atraído novos adeptos do conceito totalmente favorável ao meio ambiente. A sustentabilidade pode ser aplicada nos mais diversos ambientes. Ela pode ir desde uma coisa simples, que afete apenas uma comunidade pequena, como também ser grandiosa e consiga mudar a vida de várias pessoas.

Não importa o tamanho da ideia, o importante é colocá-la em prática. Porque são as ideias sustentáveis que podem provar que um futuro mais limpo e com respeito ao meio ambiente é possível.

Publicidade

continue a leitura

Duas coisas que muita gente ainda pensa que não podem caminhar juntas são o progresso e a preservação do meio ambiente. Os prédios sempre foram vistos como algo que acaba com a natureza e faz com que o mundo fique mais cinza e com menos vida.

Prédio

Publicidade

continue a leitura

No entanto, a Capitânia Investimentos Imobiliários está com o objetivo de mudar essa visão. Isso porque ela está prestes a lançar o que a empresa afirma ser o prédio residencial mais sustentável do Brasil.

Segundo a empresa, o diferencial do seu edifício é que ele vai usar a internet das coisas (IoT) para dar informações que ajudem os moradores e administradores a gerenciar os recursos. Como por exemplo, a água, energia e gás da maneira mais responsável possível.

Com essa tecnologia, os engenheiros estimam que haja uma economia de 933 milhões de reais para cada uma das unidades do prédio ao longo dos 50 primeiros anos de existência do prédio.

Publicidade

continue a leitura

Algumas das táticas usadas para que exista toda essa economia são a energia fotovoltaica, chuveiros inteligentes e sistemas especiais de vidros.

O primeiro desses empreendimentos sustentáveis feitos pela Capitânia Investimentos Imobiliários será em Porto Alegre. E o objetivo da empresa é gerar 18 milhões de reais em negócios. E o prédio em Porto Alegre não será o único. Outros três projetos já estão planejados para acontecer.

Publicado em: 10/11/20 16h20

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here