Anualmente, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) realiza o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), com o objetivo de avaliar os discentes em relação aos currículos dos cursos de graduação ofertados nas instituições de ensino superior do Brasil. Este ano, na Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), serão avaliados os discentes concluintes de 11 cursos das Ciências Exatas e licenciaturas. É obrigatória a participação na prova, que será realizada no dia 26 de novembro, às 13h30, assim como o preenchimento de um questionário no site do Inep, até as 23h59 do mesmo dia.

Os estudantes foram previamente inscritos pela Secretaria de Registro e Controle Acadêmico (SRCA) para participar do Enade 2017. Tanto o preenchimento do questionário quanto o comparecimento ao Exame são indispensáveis para a obtenção do diploma de conclusão do curso. Além dos estudantes concluintes, também foram inscritos pela SRCA os ingressantes destes cursos e do curso de Geografia; estes, porém, não precisarão responder ao questionário nem realizar a prova. A lista com os nomes dos alunos está disponível no site da Univasf.

Os cursos cujos discentes serão avaliados no Enade 2017 são: Artes Visuais, Ciências Biológicas, Ciências Sociais – Licenciatura e Bacharelado, Educação Física – Licenciatura, Engenharia Agrícola e Ambiental, Engenharia Civil, Engenharia de Computação, Engenharia de Produção, Engenharia Elétrica e Engenharia Mecânica. A prova terá quatro horas de duração e contará com questões discursivas e objetivas sobre a formação geral e as formações específicas dos cursos.

De acordo com o procurador Educacional Institucional da Univasf, Rômulo Camara, o desempenho dos estudantes no Enade serve como parâmetro para a avaliação do curso feita pelo Ministério da Educação (MEC). Segundo ele, a conquista de bons resultados na prova também é importante para a imagem do curso frente ao mercado de trabalho, o que é um passo essencial para a contratação dos estudantes oriundos da Universidade nos futuros postos de emprego.



Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here