“Eu quero carne, arroz e feijão” ,diz menino filho de pai desempregado

A “ração de porco” que o prefeito de São Paulo, João Doria, cogita distribuir para fazer
marketing político em cima da miséria alheia serviu para abrir o debate sobre quanto
isso vai custar aos cofres públicos e o impacto na vida das pessoas.

 

Só em São Paulo o governo federal do PMDB e PSDB fechou mais de 28 mil lojas
demitindo de uma vez 70 mil trabalhadores. Estranhamente os sindicatos estão
quietos.

A herança maldita deixada pelos sucessivos erros cometidos pelo PT e PMDB
recebeu respaldo do PSDB quando Michel Temer assumiu à Presidência. O partido de
Doria é o avalista direto da manutenção do atual projeto político e econômico que
está agravando a crise política e econômica.

Quanto custará o convênio entre Prefeitura e o tal Instituto responsável
pela entrega da ração?

A corrupção e o desemprego são os principais males que merecem
atenção no contexto que o Brasil vive. Ambos afetam todos os estados
brasileiros.

São Paulo tem hoje, de acordo com o DIEESE, mais de 2,5 milhões de desempregados
e uma taxa crescente de 19%. É uma capital de desocupados dentro de outra capital.
E o que está sendo feito para devolver a autonomia as pessoas? Quase
nada.
Na prática a Prefeitura de São Paulo e o Poder Legislativo não adotaram nenhuma
medida prática para promoção da retomada econômica do município. Pelo contrário,
empresários tiveram aumento de impostos o que prejudicou substancialmente a
produção.

O filho de Ederson Nogueira Menezes reclama que o pai está desempregado desde
2016 e a família vive de ajuda de amigos e da igreja. A mãe trabalha de faxineira e
nem sempre consegue uma casa para limpar. O menino que estuda em escola pública
diz que a merenda é a melhor refeição do dia que ele tem. Em casa, ele gostaria de
comer “carne, arroz e feijão”

 

Perguntado se gostaria de experimentar um tipo de alimento diferente parecido com
ração de cachorro, ele respondeu com os olhos arregalados: “Eu quero um emprego
pro pai!”

POR: juntos pelo brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here