Em reunião com a Polícia Rodoviária Federal, Ammpla, e Dnit foi acordado que o trânsito para quem circula pelas rotatórias de Petrolina voltará a funcionar como era antes.

De acordo com informações exclusivas repassadas pelo engenheiro do Dnit, Anderson Lima, a mudança na prioridade de circulação dentro das rotatórias da cidade não foi possível porque o tráfego de transportes em Petrolina é mais intenso que os veículos que tentam cruzar as rodovias federais do município.

“A quantidade de veículos que transitam fora da cidade é muito menor, mas foi necessário fazer esse teste para nos contornar-nos da nossa decisão porque haviam pedidos da PRF e da população. O problema é que o número de carros em Petrolina mais que duplicou e nossas vias não aumentaram tanto, então nós decidimos voltar ao tráfego antigo, quem está dentro da rotatória dará prioridade a quem tráfega na rodovia, mas haverá redutores de velocidade tipo lombadas devidamente sinalizados”, explica.

Em relação a prioridades, o engenheiro pede a compressão da população e afirma que devem as normas de trânsito devem ser respeitadas. Na ausência de sinalização, que não é o cado de Petrolina, a vez é de quem está dentro da rotatória.

 

 














Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here