(Foto: Divulgação)

Os criadores de gado em Pernambuco têm até a próxima sexta-feira (15) para imunizar seu rebanho contra a febre aftosa. A campanha de vacinação deveria ter sido finalizada em maio, entretanto, em decorrência da greve dos caminhoneiros foi prorrogada pelo Governo Federal.

Até a semana passada a regional de Petrolina tinha a menor cobertura do estado, com apenas 34%. No total, Pernambuco havia conseguido imunizar 54% do rebanho. Para proteger o gado do município a equipe da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária do Estado de Pernambuco (Adagro) está convocando os criadores.

“Nós estamos pedindo a colaboração dos criadores que compareçam no escritório da Adagro, que comprem sua vacina, não precisam pedir autorização, foi uma prorrogação do Ministério da Agricultura para todos os estados, para comprar a vacina até o dia 15 e fazer a declaração até o dia 30”, disse a gerente da unidade de Petrolina, Maria do Carmo.

Ela explicou que hoje o Brasil é zona livre de aftosa com vacinação e quem a partir de 2019, poderá ser também zona livre sem necessidade da imunização. Para isso, os criadores precisam se conscientizar. Uma das táticas do Governo Federal foi a imposição de uma multa por propriedade e animal não imunizado:

“São R$ 300 por propriedade, mais R$ 60,00 por animal. Se você tem um animal sem vacinar, você pagará R$ 360,00. Peço aos criadores que comprem a vacina e compareçam ao escritório, essa vacina vai evitar que a febre aftosa volte ao nosso estado”, destacou a gerente.

O escritório da Adagro em Petrolina está localizado na Avenida das Nações, próximo ao Cemitério Campo das Flores.

WP

Deixe uma resposta