Muammar Kadafi conseguiu perdurar no poder por 42 anos. A mais longínqua ditadura dos últimos tempos, mas caiu.

Em 2011, a guerra civil eclodiu na Líbia, Kadafi foi acusado de cometer vários crimes contra a humanidade e um mandado de prisão foi expedido contra ele pela Corte Penal Internacional. Em agosto de 2011, tropas do Conselho Nacional de Transição (CNT) atacaram e conquistaram a capital Trípoli colocando assim Kadafi e seu governo em fuga.

Em 20 de outubro, após 8 meses de guerra, o ex-líder foi morto em Sirte, sua cidade natal.

Para o General Paulo Chagas, o ditador Nicolas Maduro caminha para ter o mesmo destino de Kadafi.

“De maduro já passou a podre e como todo ditador fracassado em vias de cair, inventa ameaças de guerra para manter-se no poder”.

Deixe uma resposta