O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB-PE) abordou a questão da segurança pública em Pernambuco em seu discurso na Câmara, nesta quarta-feira (1º). Ao ressaltar a entrada de 1283 novos policiais civis e científicos nos cursos de formação estaduais, o parlamentar lembrou do programa Pacto Pela Vida. A iniciativa, criada no governo do ex-governador Eduardo Campos, promoveu a redução de 20,6% no número de homicídios entre 2004 e 2014. No mesmo período, todos os outros estados do Nordeste apresentaram crescimento de mais de 100% desse dado. Os números são do Atlas da Violência 2016, desenvolvido pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) em parceria com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP).

“Infelizmente, com esses desmantelos que vêm acontecendo no Brasil, com 14 milhões de desempregados, Pernambuco voltou a ver seus índices de violência aumentando. Sabemos que este ano já foram assassinadas mais de 3 mil pessoas no estado. Delas, pelo menos 80% já tinham passagem pela polícia. Agora, com esse reforço no número de policiais, podemos vislumbrar novos tempos para o nosso estado”, destacou.

Patriota fez um apelo por mais uma ampliação nas forças militares do estado. “Sugerimos fazer a contratação, via concurso interno, de 97 policiais militares e, por antiquidade, de mais 97. Entre os bombeiros, 30 seriam admitidos por concurso interno e outros 30 por antiguidade. Ao todo, 194 novos oficiais. Vamos levar este pleito ao Governador, pois estaremos com ele no Pajeú entre a sexta-feira (03/11) e o sábado próximos, para que ele leve essa demanda de ampliação como projeto de Lei à Assembleia Legislativa. Entendo que as dificuldades são grandes, o desemprego é grande, mas não podemos negar trabalho à nossa população ou permitir que a criminalidade aumente”, ressaltou Gonzaga.






DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here