(Foto: ASCOM)

Acionada através do número 153, a Guarda Civil Municipal (GCM), atendeu um chamado dos moradores do Residencial Brasil, na zona oeste de Petrolina (PE). Durante ligação telefônica, as pessoas relataram que um homem estaria agredindo a companheira em uma das casas do condomínio.

Imediatamente, o efetivo da Ronda Ostensiva Municipal (ROMU) foi enviada ao residencial. No local, foi constatado que Sidney Gomes de Sena, de 32 anos, havia desferido socos no rosto e pauladas na cabeça da esposa que ainda apresentava escoriações nas pernas e hematomas espalhados pelo corpo.

O acusado foi encontrado em casa, sujo de sangue, com escoriações pelo corpo, um braço quebrado e com uma perfuração na cabeça. Aos guardas, ele negou ser o autor das agressões e ainda relatou que foi agredido por populares que estavam indignados com a situação.

O casal foi conduzido para o Hospital Universitário e depois para o Instituto Médico Legal da cidade para a realização de exame de corpo de delito. Em seguida, foram encaminhados a delegacia da Polícia Civil.


WP

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here