Nesta segunda-feira, 21, o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, criticou fortemente as entidades internacionais, nações e personalidades que fingem estar “preocupadas” com a fauna e flora brasileira.

Para o general, eles têm o “objetivo” de “prejudicar o Brasil e derrubar o governo Bolsonaro”.

As declarações aconteceram durante a abertura da audiência pública que debate a aplicação de recursos do Fundo do Clima (Fundo Nacional sobre Mudança do Clima).

“Não podemos admitir e incentivar que nações, entidades e personalidades estrangeiras, sem passado que lhes dê autoridade moral para nos criticar tenham sucesso no seu objetivo principal, obviamente oculto, mas evidente para os não inocentes que é prejudicar o Brasil e derrubar o governo Bolsonaro”, afirmou.

E prosseguiu:

“É importante ressaltar que o assunto é altamente polêmico. Não há comprovação científica de que o aumento de incêndio nas florestas primárias decorra de inação do governo federal. Na verdade, elas têm a ver com fenômenos naturais, cuja ação humana é incapaz de impedir”, finalizou Heleno.

Confira:

Fortaleça o jornalismo independente do Jornal da Cidade Online.

Faça agora a sua assinatura e tenha acesso a todo o conteúdo da Revista A Verdade:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

Deixe uma resposta