Foto: Ascom PMP/AMMPLA divulgação

A Prefeitura de Petrolina decidiu acionar ontem (5) o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) contra o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo do Vale do São Francisco (Setranvasf). O motivo é que a entidade não teria repassado os créditos do Cartão BIP, administrado pelo Setranvasf, para o novo Cartão SIM, que passa a ser gerido pela Autarquia Municipal de Mobilidade (AMMPLA) através da empresa Atlântico.

O prazo de validade do antigo cartão era 30 de novembro, mas foi prorrogado até este domingo (8). A Atlântico alega que a partir deste prazo não terá mais como transportar os passageiros no antigo sistema.

Sobre a transferência dos créditos do atual cartão BIP para o novo cartão SIM, a prefeitura já adotou todas as medidas jurídicas possíveis para garantir o direito dos usuários, contudo, as antigas empresas de ônibus não chegaram a um acordo sobre a devolução do saldo, que ficará suspenso até determinação da justiça.

A substituição do atual BIP pelo novo cartão SIM pode ser feita, gratuitamente, realizando o pré-cadastro pelo site, e também é possível fazer isso presencialmente no guichê de atendimento do SIM Petrolina, no Expresso Cidadão, de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h, ou aos sábados das 8h às 14h.

Os usuários do passe comum podem solicitar o novo cartão em qualquer um dos Pontos de Vendas (PDVs) espalhados pela cidade, mediante apresentação de documento pessoal RG (Identidade) e CPF. Ainda há atendimento presencial para os usuários e empresas para confeccionar os cartões no Centro de Convenções de domingo a domingo, das 6h às 22h. Dúvidas através do número (87) 3864-2750.

Passe Livre

As pessoas com deficiência receberão seu cartão na Secretaria Executiva de Juventude, Direitos Humanos, Mulher e Acessibilidade na Avenida Gilberto Freire, s/n°, Vila Mocó. O telefone para contato é (87) 3862-1508. Já os idosos farão a troca dos cartões por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, e a recomendação é que eles aguardem o início deste atendimento através dos Centros de Referência Social (CRASs) de cada bairro. Ainda segundo a AMMPLA, os idosos que possuem direito à gratuidade continuarão tendo acesso aos novos ônibus, até que seja feita a troca dos cartões.

Fonte: Blog do Carlos Britto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here