No Brasil, atualmente, há mais de 13 milhões de pessoas vivendo com diabetes, o que representa 6,9% da população, de acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD). Com o objetivo de alertar a comunidade e promover a conscientização para a prevenção da doença, a Unimed Vale do São Francisco realizou, ontem (18), mais um evento em alusão ao Dia Mundial do Diabetes, comemorado no dia 14 de novembro.

Orientações, exames, consultas e check-ups foram alguns serviços oferecidos durante o evento ‘Em dia com o diabetes’. Realizado no Espaço Viver Bem, na Vila dos Ingás, zona leste de Petrolina, o evento atraiu grande público.

A ação também foi uma oportunidade para atualizar os cuidados dos beneficiários diabéticos em relação a consulta médica, pedidos de exames, avaliação podal e exame de fundo de olho. “É importante o alerta para os pacientes. O diabetes é uma doença crônica e todos têm de ter cuidado com essa doença. Ela pode afetar vários órgãos, entre eles os rins, coração e o cérebro. O exame oftalmológico pode identificar retinopatia diabética. O diabetes é a principal causa de cegueira irreversível”, alerta o oftalmologista Guilherme Moura, que atende no Hospital de Olhos e é cooperado Unimed Vale do São Francisco.

A endocrinologista Denise Dantas explica o trabalho desenvolvido no Espaço Viver Bem e detalha as complicações do diabetes.“O Espaço Viver Bem promove a educação em saúde, e temos um grupo de diabéticos. Queremos chamar a atenção para o atendimento multiprofissional do diabetes e para esse cuidado que é necessário, pois a doença e silenciosa. Trabalhamos para evitar complicações. O diabético também corre risco de infarto e AVC, por isso a gente precisa controlar e dar o diagnóstico, e os pacientes diagnosticados tenham um controle adequado para que essas complicações nunca apareçam”, finaliza.

Diabetes

Diabetes é uma doença crônica na qual o corpo não produz insulina ou não consegue empregar adequadamente a insulina que produz. Mas o que é insulina? É um hormônio que controla a quantidade de glicose no sangue. O corpo precisa desse hormônio para utilizar a glicose, que obtemos por meio dos alimentos, como fonte de energia.

Quando a pessoa tem diabetes, no entanto, o organismo não fabrica insulina e não consegue utilizar a glicose adequadamente. O nível de glicose no sangue fica alto –  a famosa hiperglicemia. Se esse quadro permanecer por longos períodos, poderá haver danos em órgãos, vasos sanguíneos e nervos.

Os profissionais ressaltam que é possível ter uma vida saudável com diabetes. Com informações, determinação e seguindo cuidados básicos o diabético consegue controlar a doença e manter sua qualidade de vida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here