Inspetoria Regional do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco em Petrolina. (Foto: Divulgação)

O presidente do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE), conselheiro Marcos Loreto, esteve em Petrolina, ontem (13), para participar da celebração dos 25 anos de implantação da Inspetoria Regional de Controle Externo (IRPE) na cidade. A IRPE foi inaugurada em 3 de setembro de 1993 e hoje conta com 34 servidores das áreas técnico/administrativa e terceirizados, atuando na fiscalização dos municípios da região do sertão do São Francisco.

Juntamente com o conselheiro Ranilson Ramos, patrono da Inspetoria, o presidente descerrou uma placa comemorativa e homenageou os seis servidores que trabalharam na Inspetoria, desde a sua inauguração: Edileusa Diniz, José Antônio (conhecido por “Boião”), Caio Caribé, Ivo Santos e Francisca Iracema dos Santos Ferreira.

Loreto destacou a importância de fortalecer as Inspetorias Regionais como forma de aproximar o Tribunal do cidadão, algo que ele elegeu como uma das principais prioridades de sua gestão, ao lado do combate implacável a todo e qualquer tipo de corrupção. Também participaram da solenidade a diretora-geral do TCE-PE, Fátima Pestana, a coordenadora de Controle Externo, Taciana Mota, o chefe de gabinete da presidência, Jackson Oliveira, e o diretor de Gestão de Pessoas Paulo Otávio Cavalcanti.

Em seu discurso, Ranilson Ramos parabenizou todos os servidores da Inspetoria pela data, ressaltando a importância da atuação do TCE-PE numa cidade como Petrolina, a maior do Sertão pernambucano. “Aqui estive na inauguração como cidadão comum e hoje volto como membro do conselho. Isso é muito gratificante para mim, que sempre defendi a interiorização do Tribunal de Contas”, declarou o conselheiro.

À tarde foi oferecido um almoço aos convidados, ocasião em que foram homenageados os seguintes servidores aposentados: Hilário Lima, Maritônia Bastos, Margarida Maria de Jesus e Maria Olímpia Santos (dona Mariazinha).

Inspetoria Regional do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco em Petrolina. (Foto: Divulgação)

IRPE

A IRPE foi criada na gestão do conselheiro Adalberto Farias, no dia 3 de setembro de 1993, com sede própria a partir de 2001, diante da necessidade do TCE-PE de aproximação com seus jurisdicionados. Sua sede própria, batizada de Clementino de Souza Coelho, homenageia o pai do fundador do órgão judiciário, o ex-governador Nilo Coelho, sendo construída com recursos do Programa de Modernização dos Tribunais de Contas (Promocontas) – uma iniciativa do governo federal em parceria com o Banco Mundial (Bird). Atualmente a IRPE é responsável pela jurisdição de 24 municípios das mesorregiões do Sertão.

Fonte

Deixe uma resposta