iPhone X é Bom mesmo? Confira o que dizem os primeiros testes

Como tradicionalmente as câmeras, continuam sendo elogiadas. A tecnologia de desbloqueio de tela dá mais recursos para a câmera de selfies. É possível usar o modo retrato com essa câmera—antes, somente as câmeras traseiras tinham suporte. Esse modo desfoca o fundo, dando um visual de câmera DSLR para a imagem.

Na parte traseira, o iPhone X traz um jogo duplo de câmeras–com uma fazendo às vezes de zoom, aproximando do objeto da fotografia.

Pela primeira vez, a Apple usa um display OLED em seu iPhone. Os testes preliminares afirmam que a tela é a melhor já usada pela Apple. Foram elogiados brilho, nitidez e calibragem de cores.

Uma reclamação por parte de algumas pessoas após o anúncio do telefone foi sobre a faixa escura no topo da tela. Lá estão peças e sensores que fazem o Face ID funcionar. Para o The Verge, após algumas horas, a faixa passa a ser “invisível”. A análise, no entanto, relata alguns problemas, uma vez que desenvolvedores ainda não adaptaram seus apps para aquele “ponto cego”.

Apesar da grande tela, de 5,8 polegadas, o smartphone não é difícil de usar. O Washington Post afirma que “ele parece mais fácil de segurar do que seus antecessores”.

As unidades de testes foram liberadas pela Apple com apenas 24 horas de antecedência nos Estados Unidos. Por conta disso, as análises ainda são bastante preliminares. Ao longo dos próximos dias, maiores detalhes sobre como é usar o iPhone X devem surgir.

De forma geral, apesar de apressadas, as análises são elogiosas ao iPhone X. O The Verge chama o produto de o melhor iPhone já feito. Mas a grande pergunta, ainda não respondida de forma objetiva pelos testes, é: ele vale os 999 dólares?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here