Canteiro central da Avenida Adolfo Viana é demolido. (Foto: Ascom PMJ/Divulgação)

A demolição do canteiro central da Avenida Adolfo Viana, no Centro de Juazeiro (BA), chegou a 40%, segundo a Secretaria de Obras e Desenvolvimento Urbano (Sedur). O serviço faz parte das obras da primeira etapa da requalificação, que teve início este mês. A intervenção é fruto de um convênio celebrado entre o município e o governo do Estado, através da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), orçado em R$ 6 milhões. Deste total, R$ 1,3 milhão será aplicado na requalificação da Adolfo Viana e o restante do recurso destinado à requalificação das avenidas de acesso ao Bairro Pedra do Lord.

Hoje (24) o prefeito Paulo Bomfim (PCdoB) esteve visitando as obras, junto com o titular da Pasta, Hemerson Guimarães. “Essa é uma obra que vai promover uma verdadeira transformação na principal avenida da cidade. É uma intervenção que melhora as condições de acessibilidade e mobilidade, uma vez que a avenida vai passar a ter calçadas amplas, em toda sua extensão, o canteiro central está sendo redimensionado e também ganhará novos postes com iluminação em LED, ciclofaixa, recuperação do pavimento asfáltico nas áreas de intervenção, tudo isso para oferecer mais infraestrutura e melhorar a qualidade de vida do povo de Juazeiro”, destacou o gestor.

No primeiro trecho do canteiro a demolição está toda concluída, mas nos trechos seguintes a Sedur optou por realizar a demolição apenas de um lado do canteiro para otimizar o andamento e diminuir os transtornos para o trânsito.

Além da Adolfo Viana, Bomfim também visitou obra da macrodrenagem, revitalização e urbanização do Riacho Malhada da Areia. Essa ação integra o conjunto de obras do Projeto da Intervenção da Poligonal Urbana e está beneficiando uma extensão de aproximadamente 1,2 Km do Riacho, que está sendo totalmente urbanizado e receberá duas avenidas paralelas (de mão dupla) que vão ligar a Avenida Irmã Dulce I a BA-210, além de pista de cooper, ciclofaixa e passeio. A obra está com aproximadamente 80% da concretagem das paredes já concluída.

Fonte

Deixe uma resposta