Preocupando-se em conscientizar os cidadãos sobre os cuidados com o trânsito, a fim de amenizar os impactos causados pela imprudência de motoristas e pedestres em Petrolina, foi lançada pela Autarquia Municipal de Mobilidade (AMMPLA) nesta segunda-feira (18) a programação alusiva à Semana Nacional do Trânsito. O evento, realizado no auditório do Senai, contou com a presença do diretor-presidente do órgão, Geraldo Miranda.

O lançamento da programação foi feito pelo gerente de Educação no Trânsito da AMMPLA, Jilmar Barros. Na ocasião, ele falou sobre as ações desenvolvidas pelo órgão e sobre o tema nacional da campanha (“Minha Escolha faz a Diferença no Trânsito”).

Além de Geraldo, também participaram da solenidade o diretor do Sest/Senat, Simão Durando; Bruna Matos, representando a 8ª Gerência Regional de Saúde (Geres); Marlene Leandro, secretária Executiva de Vigilância em saúde; Capitão Freitas, representando o 5º Batalhão de Polícia Militar (BPM); Edilson Moreira, representando o Senai; e o atual gestor da 8ª Ciretran/Detran-PE, Pedro Neto.

É preciso entender que quem faz o trânsito somos nós, condutores de veículos e pedestres. A prudência, mudança de postura e a responsabilidade enquanto dirigimos ou atravessamos uma avenida são algumas medidas essenciais para melhorar a segurança no trânsito, evitar acidentes e salvar vidas”, reforçou Geraldo.

Programação

Para a Semana Nacional de Trânsito, a AMMPLA preparou um cronograma com diversas atividades que serão realizadas diariamente, alcançando universitários, adolescentes, idosos, crianças e a sociedade em geral. A programação inclui ciclos de palestras em escolas, além de outras ações de educação.

A iniciativa faz parte da “Década Mundial de ações para a segurança do trânsito – 2011/2020″, estabelecida pela Organização das Nações Unidas (ONU) como meta para a redução dos números de acidentes e mortes no trânsito a nível mundial.

Tema

Com o tema central, a campanha visa a promover uma reflexão das possibilidades de escolhas no dia a dia que podem acarretar graves consequências no trânsito, como usar o celular ao volante, beber e dirigir, ou não usar o cinto de segurança. Todas essas ações são passíveis de escolhas e, consequentemente, de prevenção de graves ocorrências. (Fonte/foto: Ascom PMP)



Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here