Foto: Ascom/divulgação

Aliado político do governador de Pernambuco, Paulo Câmara, o deputado estadual Lucas Ramos (PSB) pôs pimenta na discussão em torno da queda de braço entre a Prefeitura de Petrolina e a Compesa. Cumprindo nova agenda na cidade, Lucas disse ao Programa Opinião, da Grande Rio AM, nesta segunda-feira (9), que vê uma “incoerência” no discurso do prefeito Miguel Coelho (PSB).

Segundo o socialista, a gestão vê incompetência da Companhia em gerir o sistema de abastecimento d’água e o esgotamento sanitário de Petrolina, mas ao mesmo tempo permite que a Compesa participe de um processo que prevê uma nova concessão para o setor. Apesar de pertencerem ao mesmo partido, Lucas e Miguel são atualmente adversários políticos.

CB

Deixe uma resposta