Lucas Veloso participa do talk show do Blog. (Foto: Blog do Carlos Britto)

O ator e comediante Lucas Veloso encerrou a primeira temporada do Talk Show do Blog. Aos 22 anos, ele falou sobre como foi o início da carreira sendo filho de Shaolin, humorista que faleceu em 2016, além de comentar sobre o sucesso que vem fazendo com seu show de humor e novos projetos.

Aos cinco anos ele já fazia imitações com o pai, em Campina Grande (PE), sua terra-natal. “Comecei aos cinco anos fazendo imitações de Cássio Cunha Lima, que era governador da Paraíba na época. Meu pai fazia Ronaldo Cunha Lima, que era senador. Eles são pai e filho, e a gente também”, relembra.

Sobre fama e dinheiro, Lucas afirma que o sucesso só serviu para manter o pé no chão. “Apesar de fama e dinheiro, eu sou gente. Meu pai vivia dizendo: ‘caixão não tem gaveta, não se apegue a nada’. Eu acho que o povo até esquece, porque eu ando de chinela na rua”, conta.

Apesar de tudo, ele afirma que continua fazendo (ou tentando) as mesmas coisas que fazia antes, como tomar café com idosos em uma tradicional praça de Campina Grande. “Hoje não é com a tranquilidade daquela época, mas continuo indo porque eu acho que minhas raízes estão por ali, e a gente não pode perder nunca a nossa raiz”, acredita.

Lucas ainda falou sobre a estreia na TV Globo na Novela Velho Chico, fez elogios à direção, a colegas atores e disse que fazer novela é muito complicado por causa do tempo que leva – mais de um ano de trabalho.  “A novela foi um aprendizado arretado”, resumiu.

O filho de Shaolin também falou sobre o personagem “Didico” no remake de ‘Os Trapalhões’, e não poupou elogios a Renato Aragão e Dedé Santana. “Seu Renato e Dedé são duas figuras que você leva para casa”, brincou Lucas.

Dança dos famosos

O comediante foi o segundo colocado no quadro ‘Dança dos Famosos’ do Domingão do Faustão em 2017. A participação dele na competição foi marcada pelo seu romance com a bailarina Nathália Melo, sua professora na competição, a quem pediu em namoro ao vivo no palco. Eles estão juntos até hoje.

Lucas Veloso ainda comentou sobre a turnê do espetáculo ‘Tudo de Novo’ – escrito, dirigido e estrelado por ele. O comediante também disse ser contra o humor ofensivo. “Sou contra o humor que julga, que precisa ofender alguém”. E disse que humorista tem que ser versátil. “Eu acho que o humorista não pode só fazer piada. Sou fissurado em novidades, não repito nada. Lógico, tem [o espetáculo] um esqueleto (com começo, meio e fim), mas faço diferente”, argumentou.

Família e novidades

O comediante ainda falou sobre a família, em especial a mãe, Laudiceia, que entrou em depressão após a morte de Shaolin. “Voltei a fazer palhaçada para animar o dia dela, acabou que virou minha profissão. Tudo a gente faz com mais carinho quando você dedica a alguém”, finalizou Lucas, ressaltando que vem novidades por meio de participações no Domingão do Faustão e dublagem de um filme que deve sair em 2019. A entrevista completa pode ser conferida acessando aqui.

Fonte

Deixe uma resposta