A mãe de uma aluna do Colégio Objetivo Junior situado na Rua do Coliseu, Centro Petrolina procurou a redação do Blog, alegando que não consegue a declaração provisória que garante a transferência da estudante para outra instituição de ensino.

Alessandra dos Santos Silva, mãe de Analú dos Santos dias Guerra afirma que solicitou a declaração no dia 02 de janeiro, mas chegando hoje (5) na escola, foi informada que o diretor do Colégio, Humberto Vitor Chaves, viajou e só teria acesso ao documento com autorização do representante da unidade de ensino.

“Ele viaja e deixa de fornecer declaração de transferência para os alunos que solicitaram desde o dia 02 de Janeiro para fazerem matriculas na rede municipal que vai até o dia 07 de janeiro”, disse.

O Blog entrou em contato com o diretor do colégio Objetivo Junior de Petrolina, Humberto Vitor Chaves, que esclareceu, que permaneceu na escola até o início da tarde dessa sexta-feira e que não haviam situações como estas, já que foram entregues as declarações de quem até mesmo deixou para a última hora.

Chaves disse ainda que a declaração provisoria só pode ser emitida quando o aluno ou responsável traz o documento definitivo da outra escola, segundo normas  da Gerência Regional do Estado (GRE).

 

 

 

 








[EA]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here