Marcha da Família e apoio ao general Mourão pede intervenção militar urgente no Brasil

Neste feriado de 12 de outubro, Dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, ocorreu, em São Paulo, a  Marcha da Família Cristã pela Intervenção Militar Coordenada por grupos intervencionistas e por setores conservadores da Igreja Católica e de denominações protestantes, a manifestação contou com a participação de lideranças políticas de exposição nacional. Entre estes, destacaram-se o presidente do PRTB e candidato à Presidência da República em 2014, Levy Fidelix, o ativista pela Intervenção Militar Antônio Ribas Paiva, Ricardo Rocchi – famoso por organizar um “Tomataço” contra Gilmar Mendes -, José Parra, organizador do 1º Fórum Nacional da Direita, além de lideranças no cenário de movimentos intervencionistas e padres da Liga Cristã.

A concentração ocorreu na Avenida Paulista, em frente ao prédio da Gazeta, iniciando uma marcha em direção à Catedral da Sé. Manifestantes vindos do interior do estado acompanharam o grupo de paulistanos que foi guiado por um caminhão de som.

“A marcha chegou a ocupar 5 quarteirões, e a tendência é de que o número aumente nas próximas manifestações. A população está indignada e percebeu que, com as instituições aparelhadas e viciadas, o único caminho para retornarmos à legalidade, recolocando o nosso país no rumo correto, é através da intervenção militar”, afirmou um dos organizadores.

Veja imagens:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here