O movimento que começou em Juazeiro, onde centenas de sem-terra, recebendo diárias de 30 reais, e um sanduíche de pão com mortadela, se agrupou com os alienados locais.

Mesmo com a participação dos governadores do Piauí, Pernambuco, Bahia, o laranja de Luladrão e diversos políticos nanicos da região, o evento foi considerado um verdadeiro fiasco.

Teve até o governador Paulo Camara pagando mico ao pedir votos em Juazeiro da Bahia, e sendo chamado de golpista em Pernambuco.

No final, mais pão com mortadela foi distribuído.

Deixe uma resposta