Um morador de Sobradinho, no norte da Bahia, enviou e-mail ao Blog denunciando suposta invasão e comercialização de terras da União no município. De acordo com ele (que prefere não se identificar por medo de represália), os terrenos ficam entre as Vilas São  Francisco e Santana.

Acompanhem:

Os Bairros Vila Santana e Vila São Francisco foram projetados pela Chesf na construção da barragem e com isso foram deixadas áreas sem construções. Essas áreas, hoje, estão sendo invadidas e comercializadas sem documento nenhum e sem autorização da União, do Governo Federal ou da Chesf, desde 2016.

A área, que fica entre os Bairros Vila Santana e Vila São Francisco, está sendo invadida por pessoas que têm até certa condição financeira e estão comercializando lotes. Por duas vezes, a Chesf tentou despejar os ‘grileiros’ invasores, sem sucesso. Eles criaram uma associação com o intuito de legalizar perante à Justiça, usando uma brecha da lei, e ainda contam com apoio de um deputado e de alguns políticos.

Desde que começaram a invadir e construir casas e até piscinas na invasão da Vila Santana, a criminalidade e os assaltos em residências da comunidade aumentaram, já que veio todo tipo de gente de fora,  além dos que são da cidade. A Chesf diz estar recorrendo para despejar os invasores. Segundo boatos, ela pretende leiloar toda a área.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here