Não se poderia esperar outra atitude de um cidadão de estatura moral irretocável, como Sérgio Moro.

Considerado nas pesquisas de opinião pública o homem de maior popularidade no país, graças ao trabalho contra a corrupção desenvolvido na Operação Lava Jato, não raro tentam colocá-lo como uma possibilidade de candidatura presidencial em 2022, numa clara tentativa de fazer intriga entre ele e o presidente Jair Bolsonaro.

Questionado pela Revista Veja sobre o assunto, o atual Ministro da Justiça demonstrou que a lealdade também faz parte de suas inúmeras qualidades:

“Como vou concorrer com o político que me convidou para o governo?”

E complementou:

“Meu candidato em 2022 é o presidente Bolsonaro e pretendo fazer um bom trabalho como ministro até o fim”.

Com Moro na campanha para a reeleição, Bolsonaro já pode pensar numa estada de 8 anos no Planalto.

Deixe uma resposta