A estilista Kate Spade morreu em Nova York aos 55 anos, informou a polícia local. O corpo da criadora foi encontrado por empregados domésticos no seu apartamento, na luxuosa região da Park Avenue, por volta de 10h20 desta terça (11h20 em Brasília). Segundo as autoridades, os primeiros indícios apontam para um suicídio. A estilista teria deixado uma nota, informa a publicação The Hollywood Reporter.

Spade foi a fundadora da grife homônima de moda e complementos de gama média-alta, especialmente bolsas, carteiras e sapatos. A estilista nasceu em Kansas City, Missouri, com o nome de Kate Brosnahan. Começou sua carreira no mundo da moda na loja Mademoiselle, em Nova York. Lá conheceu Andy Spade (irmão do ator David Spade), com quem lançou sua empresa em 1993, após observar que não havia no mercado bolsas com as características que buscava. Em 1994 se casaram (e ela assumiu o sobrenome dele), e em 2005 tiveram sua única filha, Frances Valentine.

A empresa tem 315 lojas em todo o mundo, sendo 140 delas nos EUA. Em 2004 a grife teve seu grande momento de progresso, ao abrir uma linha doméstica e se expandir por todo o planeta, inaugurando sua primeira unidade internacional em Tóquio.

Em 2007, a desenhista vendeu a firma, que foi adquirida pela empresa de moda Coach por um valor equivalente a 10,7 bilhões de reais. Sua intenção era se dedicar exclusivamente à filha, mas voltou à moda em 2016 para lançar outra grife, a Frances Valentine, com o mesmo nome da sua filha, àquela altura com 13 anos. Nela desenhava sapatos e bolsas.

A roupa e os complementos de Spade estão entre os favoritos de muitas personalidades, como as atrizes Anna Kendrick, Lucy Hale, Leighton Meester e Isla Fisher. Também é uma das marcas favoritas da duquesa de Cambridge e de sua irmã, Pippa.

E.P.

Deixe uma resposta