A insanidade pairou por sobre a militância petista.

Não admitem a derrota. Não toleram a democracia.

Consideram aqueles que pensam diferente como inimigos.

E na leitura desse povo, ‘inimigos’ devem ser exterminados.

Assim se explica o esfaqueamento de Jair Bolsonaro.

O recente depoimento de uma militante petista num evento da Comissão de Direitos Humanos e Minorias revela o quanto praticam e disseminam o ódio.

Aparentemente uma senhora idosa e inofensiva. Na realidade uma pessoa corroída pela raiva, pelo ódio e pela intolerância.

Veja o vídeo:

Deixe uma resposta