A luta contra o crime organizado e as facções criminosas é mais um duro desafio que o novo governo deverá enfrentar.

O isolamento absoluto dos líderes do crime e das facções é uma medida extremamente necessária e fundamental.

Assim com estabelecer um ponto final a uma série de regalias que vigoram no sistema prisional, além da redução da maioridade para crimes graves.

Questionado pela revista IstoÉ sobre a tal ‘visita íntima’, o futuro ministro Sérgio Moro garantiu que é uma possibilidade que está sendo estudada, assim como também o fim das famosas ‘saidinhas’ em feriados e datas específicas.

A ideia é enrijecer o sistema.

Deixe uma resposta