Pegue dois recipientes com água, sendo agua quente num copo e água fria no outro. Leve ao freezer. Qual você acha que vai congelar mais rápido?

Não. Você está errado! É o quente, e esse é o mistério chamado “Efeito Mpemba”. 

A água quente congela mais rápido. Muitos cientistas tentaram explicar o estranho “bug da matrix”,  mas ninguém o explicou de forma satisfatória até hoje. Aqui estão algumas possíveis explicações:

A hipótese mais comumente proposta – e provavelmente de certa forma responsável pelo efeito – é que a água quente evapora mais rapidamente, perdendo massa e, portanto, precisando perder menos calor para congelar. No entanto, os cientistas também demonstraram o efeito Mpemba com recipientes fechados onde não ocorre evaporação.

Outra especulação teórica é que a água desenvolve correntes de convecção e gradientes de temperatura à medida que esfria – um copo de água quente em resfriamento rápido terá maiores diferenças de temperatura e perderá calor mais rapidamente da superfície, enquanto um copo de água uniformemente frio tem menos de diferença de temperatura, e há menos convecção para acelerar o processo. Mas essa ideia também não foi totalmente verificada.

No entanto, um estudo liderado por Xi Zhang na Universidade Tecnológica de Nanyang em Cingapura, disse que a razão para o efeito Mpemba se deve às propriedades únicas das ligações moleculares que mantêm a água unida.

Uma única molécula de água é feita de um grande átomo de oxigênio unido a dois átomos de hidrogênio com ligações covalentes (uma ligação química que envolve o compartilhamento de dois pares de elétrons entre os átomos).

Mas quando um átomo de hidrogênio em uma molécula se aproxima de um átomo de oxigênio em outra molécula de água, ele se liga a ele, criando o que é chamado de ligação de hidrogênio.

São essas ligações de hidrogênio que se comportam de maneira peculiar e têm chamado a atenção dos pesquisadores.

No entanto, alguns físicos notaram que a explicação não pode ser usada atualmente para prever novas propriedades da água que poderiam ser criadas pelo encurtamento das ligações covalentes, por exemplo, de modo que há uma etapa a percorrer antes que o mistério seja resolvido de forma satisfatória.

fonte

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here