Se você era uma criança, ou adolescente, que assistia a programação da TV aberta brasileira, no início dos anos 2000, muito provavelmente, você conhece o anime Beyblade. A série de mangá foi escrita e ilustrada por Takao Aoki. Ele foi criada com intuito de promover um brinquedo de mesmo nome, que foi baseado em uma espécie de pião tradicional japonês.

Basicamente, o enredo da série conta a história de um grupo de garotos, que formam equipes com as quais lutam entre si e participam de batalhas, usando seus Beyblades. O anime foi publicado em série, de setembro de 1999 a julho de 2004. Depois, os capítulos também foram lançados em versão compilada em 14 volumes, em tankobon.

A série criada por Aoki ganhou adaptação para anime e foi ao ar, pela primeira vez, pela TV Tokyo, em janeiro de 2001. Ela permaneceu no ar no canal até dezembro de 2003, resultando em três temporadas de 51 episódios cada.

Quando foi exibido na América do Norte, o anime recebeu diversas modificações, como nos nomes e falas dos personagens. Além de algumas mudanças na trilha sonora. Aqui, no Brasil, primeiramente o anime foi exibido pelo canal Fox Kids e, posteriormente, pela Rede Globo.

No canal de TV aberta, Beyblade foi exibido até o final da segunda temporada. A versão exibida em nosso país seguiu os cortes e mudanças feitas pela empresa canadense de distribuição e produção de animação, Nelvana Limited na América do Norte.

Episódio

O último episódio do anime, que foi ao ar em 29 de dezembro de 2003, foi chamado de ‘Beybattle for the Ages’, algo como ‘BeyLuta para sempre”, em tradução livre. Este episódio foi lançado no Japão, como um episódio especial único. Na versão dublada em inglês, e, em outras versões disponíveis do mesmo, o episódio foi dividido em dois. Nele, a energia do Brooklyn gerou um vórtice gigante no céu, que está causando estragos na cidade. Todo o mundo está sendo envolvido, por uma escuridão crescente.

Kaichou assiste à batalha pela TV no hospital, enquanto Yuri começa a despertar. Takao e Brooklyn se enfrentam em uma batalha muito acirrada. Os militares tentam interferir, mas Brooklyn os impede, utilizando magia. Takao consegue então invadir a mente de Brooklyn, onde coisas ocultas sobre a vida de Brooklyn se apresentam.

Assim, Takao percebe que Brooklyn esteve sempre sozinho porque ele sempre vencia. Devido a isso, outras crianças nunca quiseram enfrentá-lo em batalhas. Quando o encanto falha, a dupla continua a batalha, acima da cidade em ruínas.

Confronto final

Ao perceber que o poder de Brooklyn está ficando fora de controle, Hiro pede para as pessoas deixarem o local. Entretanto, os amigos de Takao se recusam a deixá-lo para trás. Garland então percebe que os integrantes da equipe BEGA nunca foram amigos. Em lágrimas, ele se dá conta de que nunca ajudou Brooklyn. Ao lançar seus ataques finais, Max faz Draciel se juntar ao furacão de Dragoon. Yuri finalmente acorda e Wolborg lança seu ataque especial com Zeus.

Dessa forma, Brooklyn percebe que Takao não está sozinho. Rei e Kai se juntam e os poderes de todas as bestas combinadas fazem a beyblade de Takao evoluir, criando uma poderosa Beyblade. Takao consegue derrubar a dimensão de Brooklyn, revelando então uma cidade destruída.

Takao e Brooklyn seguem para um confronto final, e as duas beyblades decolam em direção ao céu. No entanto, o resultado da partida nunca foi revelado. Alguns meses depois, a cidade ainda está se recuperando da destruição, causada pela mente do Brooklyn.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Deixe uma resposta