Começa à zero hora desta quinta-feira (01) e segue até a meia-noite de domingo (04), a Operação Finados da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Pernambuco. Melhorar a fluidez no trânsito e reduzir acidentes graves são os principais objetivos da ação, que será desenvolvida nas rodovias que cortam o estado.

O Dia de Finados é tradicionalmente marcado pelo encontro de famílias que prestam homenagens aos entes falecidos, ou se reúnem para aproveitar o feriado prolongado. Dessa forma, o deslocamento nas rodovias tende a aumentar em direção ao interior e no sentido das praias. Entre a quarta-feira (31/10) e o domingo (04/11), as concessionárias Rota dos Coqueiros e Rota do Atlântico estimam um tráfego de 110 mil veículos em direção ao Litoral Sul.

A PRF tem verificado que mais de 90% dos acidentes nas rodovias federais tem ocorrido em virtude da imprudência no trânsito. Entre os fatores que contribuem para as colisões graves estão as condutas de risco, como a pressa, as ultrapassagens arriscadas e o consumo de bebidas alcoólicas pelos motoristas. Além desse foco, a fiscalização será direcionada para verificar procedimentos simples, mas que podem preservar vidas, como o uso do cinto de segurança e do dispositivo de retenção para crianças, a utilização do capacete e a conservação adequada do veículo.

O uso de motocicletas deve obedecer a uma série de requisitos para garantir mais segurança a condutores e passageiros. Durante as abordagens, os itens obrigatórios dos veículos serão verificados, como retrovisores, farol, lanterna, buzina, velocímetro, pneus em bom estado, setas de direção e dispositivo de controle de ruído. O ideal é que o condutor utilize roupas resistentes e na cor clara, para se tornar mais visível, além de calçados fechados e luvas de proteção. Além disso, o capacete deve possuir um tamanho adequado a cada pessoa e estar bem afixado à cabeça.

A educação tem assumido um papel de destaque na redução dos acidentes. Essa ferramenta será adotada pela PRF, por meio de palestras realizadas às margens das rodovias e dentro de ônibus de turismo, onde os policiais falam sobre os riscos no trânsito e os cuidados que as pessoas devem adotar.

O enfrentamento ao crime contará com o reforço de grupos especializados, como o Núcleo de Operações Especiais e o Grupo de Motociclistas da Regional. Nesse sentido, algumas recomendações são importantes para evitar assaltos, como não dar carona a estranhos, evitar comentar o destino da viagem com pessoas desconhecidas, viajar em horários mais movimentados, não parar em locais desertos e cuidar do veículo para evitar problemas na estrada.

Fonte

Deixe uma resposta