O papa Francisco criticou neste domingo (18), durante a missa, o aumento da desigualdade de renda e o tratamento aos imigrantes.

“O clamor dos pobres diariamente se torna mais forte, mas é ouvido menos, abafado pelo barulho dos poucos ricos”, disse o pontífice durante a missa que marca o Dia Mundial dos Pobres da Igreja Católica.

Um relatório feito pela Oxfam neste ano, aponta que atualmente 3,7 bilhões de pessoas pelo mundo não viram aumento de sua renda 2017, enquanto que 82% da riqueza gerada no ano passado foi para o 1% mais rico da população global.

Francisco também deu seu apoio aos migrantes dizendo que as pessoas devem prestar atenção aos forçados a fugir de suas casas e terras nativas para um futuro incerto.

O comentário se refere a caravana de imigrantes da América Central, mas foram parados ​​na fronteira entre os EUA e o México. (Folha PE)






Fonte

Deixe uma resposta