Paralisadas em 2016, as obras da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas de Petrolina foram reiniciadas. O prefeito Miguel Coelho esteve no local, juntamente com o senador Fernando Bezerra Coelho e o ministro de Minas e Energia, Fernando Filho, para acompanhar a retomada dos trabalhos. A nova UPA deve ficar pronta em julho deste ano, oferecendo uma série de serviços médicos e odontológicos 24 horas por dia.

Para retomar as obras, a Prefeitura de Petrolina teve que corrigir diversos erros de projeto e orçamento. Os problemas colocaram em risco, inclusive, a realização das obras, sob pena do Ministério da Saúde pedir a devolução à Prefeitura de cerca de R$ 1 milhão gasto nas fundações do prédio.

Segundo Miguel Coelho, todos os erros encontrados no planejamento e execução da obra foram corrigidos e agora a meta é entregar a UPA com todos os serviços à disposição da população já no início do segundo semestre.

É preciso reconhecer o esforço do ministro Fernando Filho para negociar com o governo federal a garantia dessa obra. Devido a uma série de problemas de projeto que encontramos, a prefeitura estava praticamente condenada a perder essa obra e ainda pagar o que foi gasto. Agora, a sensação é de alívio e esperança de que não teremos um esqueleto de concreto, mas sim uma UPA salvando vidas de milhares de petrolinenses já a partir de julho“, comemorou Miguel.

Investimentos

Serão investidos R$ 3,3 milhões pela prefeitura e governo federal para a construção da nova UPA. A estrutura funcionará em frente ao Hospital Universitário (HU), no Centro. O equipamento contará com consultórios médicos e odontológicos; salas de nebulização, observação, raio x, eletrocardiograma, entre outras instalações. Quando estiver pronta, a UPA oferecerá, em todos os horários, atendimento médico de urgência e emergência, além de dentistas e pediatras 24 horas. (Fonte: Ascom PMP/Foto: Jonas Santos)

CB

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here