Juliana Martins Costa, 28 anos, ficou paraplégica depois de ter sido jogada no chão pelo pastor José Raimundo da Silveira, de 42 anos, para segundo ele, acabar com os problemas do marido.

O pastor José Raimundo da Silveira, de 42 anos, foi indiciado por lesão corporal a uma fiel da igreja evangélica.

Segundo relatos de fiéis que presenciaram a cena na Igreja Otorrina do João de Deus,  o pastor pediu que todos levassem os seus problemas até o altar, foi quando o Sr. José Bimba levou sua esposa até a frente do pastor, alegando que ela estava gastando muito em compras, foi quando o pastor resolveu jogar a jovem no chão para mostrar o poder da fé dele.

José Raimundo disse que tudo melhoraria se ele a jogasse no chão, e que esse era um novo método de cura que vinha sendo utilizado em todo o mundo. Usando sua força e a sua fé, o pastor elevou a mulher no alto e a jogou no chão, relatou José Bimba, marido de Juliana.

Juliana agora está paraplégica – perdeu o movimento  das pernas. O blog ja recebeu informações de ao menos 3 casos semelhantes aconteceram na mesma rede de igrejas no Brasil,e que por isso a Igreja Otorrina já estaria sendo investigada pela ABIN.

A família da vítima procurou a polícia para denunciar o pastor por tentativa de homicídio, mas a polícia registrou o caso apenas como lesão corporal.

Segundo o site CARRAPICHO ZINE, o pastor disse que está sendo vítima de conspiração das igrejas concorrentes, e que isso pode ter acontecido devido ao fato do casal não estar pagando o dizimo corretamente.

O pastor ainda sugeriu que se a fiel dobrasse o dizimo, que só assim poderia tentar um milagre para que ela voltasse a andar.

Enquanto isso, Juliana segue internada, impossibilitada de caminhar, mas disse que vai pensar na proposta do pastor.

FONTE: CARRAPICHO ZINE

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta