Em junho o governador afirmou que as portas estavam abertas para o PT. (Foto: Arquivo)

Durante entrevista nesta quinta-feira (5) o governador Paulo Câmara afastou a possibilidade de uma aproximação com o Partido dos Trabalhadores. Porém, o governista não descartou a busca por alianças para 2018.

“Há muita especulação, não há nenhum tipo de aproximação com o PT, nos afastamos ainda com Eduardo Campos. Pensamos diferente apresentamos programa diferente em 2014, temos ideias diferentes. Mas estamos querendo pensar Pernambuco, no campo administrativo e para 2018, quando
esse debate for feito”, afirmou Câmara.

O governador, que é vice-presidente nacional socialista, falou sobre a busca por unidade. “O momento que o Brasil e Pernambuco vivem exige unidade, mesmo que seja com os que pensam diferente. Vamos conversar com todas as forças politicas que queiram ajudar Pernambuco”, disse.

Com informações do JC



Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here