(Foto: Reprodução)

A atuação da Procuradoria Geral do Estado de Pernambuco (PGE-PE) em processos em que o governo é réu evitou a perda de R$ 3,2 bilhões aos cofres públicos em 2019. Esse é o montante que o Estado poderia ser condenado a pagar, caso não tivessem sido obtidas decisões favoráveis em processos cíveis e tributários ao longo do ano.

No caso dos processos cíveis, a atuação da defesa evitou prejuízos de R$ 389.065.517,47. Já no caso dos processos tributários, R$ 2.776.366.844,89. Somando as duas áreas de atuação, de responsabilidade da Procuradoria do Contencioso e da Procuradoria da Fazenda Estadual, respectivamente, chega-se ao total de R$ 3.297.176.932,63. Os valores englobam decisões de primeira e segunda instâncias.








Fonte: Blog do Carlos Britto

Deixe uma resposta