Senador Humberto Costa. (Foto: Blog do Carlos Britto)

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu ao ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin que remeta o inquérito que investiga o senador Humberto Costa (PT) à primeira instância, segundo afirma o colunista Lauro Jardim, no Jornal O Globo. A medida faria com que o processo caísse nas mãos do juiz Sergio Moro.

A acusação remonta um caso de 2010 quando Paulo Roberto Costa, em sua delação, afirmou que recebeu R$ 30 milhões da Odebrecht e repassou parte da propina a alguns políticos. Dentre eles, Humberto Costa, que teria recebido R$ 1 milhão.

Os advogados do parlamentar entraram com uma impugnação do pedido de Raquel Dodge, mas cabe ao ministro do STF decidir. Vale lembrar que por se senador, Humberto Costa tem foro privilegiado. A PGR argumenta, no entanto, que os fatos de que é acusado ocorreram antes de ser senador. Ele assumiu o mandato em 2011. Com informações de O Globo e Folha de PE.

CB

Deixe uma resposta