Piada do Ano: defesa de Lula mandou periciar recibos antes de enviá-los a Moro

Deu na Folha
(Coluna Painel)

Aliados de Lula afirmam que, antes de entregar ao juiz Sergio Moro os recibos de pagamentos de aluguel do apartamento vizinho ao que ele mora em São Bernardo do Campo (SP), os advogados do ex-presidente submeteram os papéis a perícia particular. Acionaram dois especialistas — um do Brasil e outro do exterior — e só juntaram os documentos ao processo após receberem um sinal verde. Na quinta-feira (dia 5), a Lava Jato disse que os recibos são falsos e pediu uma perícia técnica.

No documento que protocolou no Comitê de Direitos Humanos da ONU contra a ofensiva da Justiça sobre o petista, a defesa de Lula anexou fotos da aparição de Moro no lançamento do filme “Polícia Federal — A Lei é Para Todos”, em agosto. A queixa inclui imagens de Moro entrando no cinema por um tapete vermelho e comendo pipoca. A alegação é a de que um juiz que conduz um processo sem decisão final não poderia ter comparecido à estreia de um filme que, dizem os advogados, “viola a presunção de inocência” do réu.

CUNHA MENTIU – Procuradores que atuaram na gestão de Rodrigo Janot estranharam menções feitas por Eduardo Cunha à revista “Época”, na semana passada, a um acordo de confidencialidade que ele teria assinado com A Lava Jato e que o impediria de dar detalhes públicos das acusações que vem fazendo.

Os investigadores dizem que Cunha até pediu para assinar o termo, mas não foi atendido. Segundo eles, o ex-deputado iniciou as negociações apresentando informações já publicadas pela imprensa.

Procurado, o advogado de Cunha, Délio Lins e Silva, diz que, por se tratar de uma delação, independentemente da assinatura de um termo, as informações são sigilosas por força de lei. Ele classificou a questão como irrelevante.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here