Por: Blog Edenevaldo Alves –


Familiares da garota Beatriz Angélica foram no final da tarde dessa quinta-feira (18) até próximo a casa de Alisson Henrique de Carvalho Cunha, no bairro Padre Cícero em Petrolina, segundo uma fonte do Blog.

A informação recebida é de que o suspeito de ter apagado as imagens das câmeras em que aparecia o assassino de Beatriz estava escondido em sua residência, como informamos mais cedo.

De acordo com a Polícia Civil, um mandado de busca foi cumprido, mas o acusado não foi encontrado.

Como a delegada do caso Pollyanna Néry está de licença médica, Isabela Cabral da delegacia de polícia civil foi procurada pelos pais da garota para que as diligências pudessem ser feitas.

“Não vamos parar, nós vamos continuar buscando Alisson, onde ele estiver e conto mais ainda com a ajuda das pessoas e vou cumprir com minha palavra, não vou dizer quem me passou a informação”, enfatizou Lucinha Mota.

Contra Alisson Henrique existe um mandado de prisão em aberto desde o dia 12 de dezembro de 2018, com validade até 2038. (Foto: PNB).














DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here