O Ministério Público Eleitoral (MPE) em Pernambuco ajuizou nesta quarta-feira (13) ações contra o presidente da Assembleia Legislativa (Alepe), deputado Guilherme Uchôa, o filho dele, Guilherme Uchôa Júnior, e o deputado federal Fernando Filho (DEM) por propaganda eleitoral antecipada.

Segundo o Portal do Jornal do Commercio, Guilherme e seu filho, que são respectivamente pré-candidatos a estadual e federal nas eleições deste ano, divulgaram imagens enaltecendo suas qualidades pessoais por meio de outdoors instalados em ruas do Recife e em Goiana (Zona da Mata Norte). Em nota, a assessoria da Alepe explicou o seguinte: “O presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, deputado Guilherme Uchôa, informa que ele e o seu filho já se pronunciaram à Justiça Eleitoral em relação a determinado assunto”.

Já Fernando Filho é acusado de divulgar sua imagem por meio de cartazes de grandes dimensões (peça publicitária com efeito outdoor) em evento político referente à reinauguração do Hospital Severino Távora, em Orobó (Sertão). “O deputado federal Fernando Filho informa que não recebeu nenhuma notificação do Ministério Público sobre o tema. Só após conhecer os termos do MP, a defesa do parlamentar irá se manifestar”, diz a nota da assessoria de Fernando Filho.

CB

Deixe uma resposta