Foto: Emerson Leite/PMP divulgação

Criado na segunda gestão de Guilherme Coelho (1997/2000), o complexo turístico da Porta do Rio passa a contar, agora, com um projeto inovador, inclusivo e repleto de atrações às margens do Rio São Francisco. As obras de requalificação do espaço foram inauguradas na noite de ontem (3) pelo atual prefeito Miguel Coelho. A estrutura com parques, equipamentos esportivos, educativos e gastronômicos voltados para pessoas de todos os perfis é resultado de uma Parceria Público-Privada (PPP) para valorizar a Orla de Petrolina.

Muito além de um parque, o complexo multiuso da Porta do Rio foi projetado com a finalidade de ser inclusivo e integrativo. Diversos núcleos de esporte e lazer foram implantados na faixa de areia, que antes estava sem vida. Um desses espaços é um parque infantil com balanços para crianças com deficiência, educação de trânsito, amarelinha e centopeia do alfabeto (esses dois últimos brinquedos com letras e em língua de sinais). Os equipamentos foram adequados para crianças com ou sem deficiência se divertirem, aprendendo, de forma integrada.

O pioneirismo do projeto também está presente em outros dois atrativos. Foi instalado um ‘pet park’ exclusivo para as famílias levarem os animais de estimação à beira do Rio São Francisco. A outra novidade é o primeiro parque público para prática de calistenia, um esporte de alto impacto que utiliza barras para exercícios de ginástica rítmica. A estrutura esportiva ainda é reforçada pela pista para os amantes de patins e skate, além de uma pista de caminhadas e uma quadra para futebol, basquete e vôlei.

Por estar numa área de intenso fluxo e visitação de turistas, o projeto ainda integra um polo gastronômico com restaurantes com pratos típicos da região e de outros sabores. O complexo multiuso ainda é embelezado por uma fonte luminosa e um pórtico com cores em referência à bandeira de Petrolina.

Foto: Jonas Santos/PMP divulgação

Atrativos

A riqueza de atrativos e o compromisso de integrar todos os petrolinenses em frente ao “Velho Chico” caracterizam o projeto, segundo o prefeito Miguel Coelho, como uma iniciativa inovadora e conectada à alma do sertanejo. “O Rio São Francisco é nosso maior patrimônio, símbolo de nossa gente alegre, forte, solidária, e fonte de todas as riquezas que transformaram Petrolina na ‘Terra dos Impossíveis’. Qual lugar, portanto, seria mais emblemático para se construir um parque inclusivo, com nossas cores, gostos e o propósito de unir todos senão em frente ao Velho Chico? Essa obra, então, tem mais que um parque, é um ponto de encontro de nossa gente e nossos valores“, definiu o prefeito Miguel Coelho.

Fonte: Blog do Carlos Britto

Deixe uma resposta