Através de nota, a Secretaria de Saúde (Sesau) de Juazeiro (BA) rebateu a informação da leitora Iolanda Nogueira, a qual afirmou, em email enviado a este Blog, que uma recepcionista e uma enfermeira do Posto de Saúde do Bairro São Geraldo teriam sido feitas de reféns por um bandido que invadiu a unidade na última quarta-feira (6).

A leitora ainda disse que, depois do ocorrido, os funcionários foram obrigados a voltar ao trabalho, o que também foi negado pela Sesau. Na nota, a secretaria explica que o fato acorreu durante uma perseguição policial, o que foi confirmado a este Blog pela Rondesp Norte (Companhia da PM em Juazeiro).

A Secretaria de Saúde de Juazeiro informa que durante uma perseguição policial, um homem invadiu a Unidade Básica de Saúde do bairro São Geraldo, onde foi detido. Esclarece ainda que, por estar sensível ao ocorrido, a gestão orientou o fechamento do Posto de Saúde no turno da tarde da última quarta-feira (6), se mostrando solidária à equipe“, diz a nota da Sesau, “pontuando  que a situação de violência em questão não deve ser atribuída à gestão, visto que isto trata-se de um problema social que foge ao poder de resolutividade da Secretaria de Saúde“.

A Sesau também garante que, “a maioria das Unidades Básicas de Saúde de Juazeiro já conta com um agente de portaria, incluindo a UBS do bairro São Geraldo. Esses profissionais trabalham com intuito de proteger tanto os servidores e usuários, quanto os equipamentos públicos, replicando a experiência exitosa da Secretaria de Educação e Juventude (Seduc).

A nota ainda destaca “que a Unidade Básica de Saúde é um bem público, que deve contar com o apoio da comunidade para sua manutenção, através da denúncia de vandalismo e de outros atos de violência que repercutem dentro de cada comunidade.

Rondesp Norte

Conforme a Rondesp Norte, o fato aconteceu por volta das 10h40. Durante a perseguição, o homem pulou o muro da unidade e “os policiais adentraram na área interna do posto médico e encontraram o acusado, Alisson Rodrigues dos Santos, que não esboçou reação na abordagem“, diz a Companhia. Ele estava com uma “trouxa” de maconha e confessou que em sua residência tinha mais drogas. No local, os policiais apreenderam 652g da erva, uma balança de precisão e R$ 50,00. Ele foi encaminhado à delegacia, juntamente com o material apreendido.



Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Please enter your name here