Alex Tanuri. (Foto: Assessoria/Divulgação)

O presidente da Câmara de Juazeiro (BA), vereador Alex Tanuri (PSL), é mais um a se solidarizar aos profissionais demitidos da TV São Francisco. Em nota, Tanuri diz que é “inadmissível privar a Região Norte da Bahia de um canal de informação tão importante quanto a televisão“. O vereador ainda lembra que a “a televisão é uma concessão do Poder Público“, que não pode se pautar apenas pela busca do lucro.

Acompanhe a nota, na íntegra:

À população de Juazeiro,

Aos repórteres, câmeramen, produtoras, jornalistas e demais demitidos da TV São Francisco:

Tomei conhecimento ainda no início da tarde desta segunda-feira (06/05) das demissões efetivadas pela TV São Francisco que atingiram todo o seu pessoal da produção local, principalmente o jornalismo.

Não me pronunciei antes, porque busquei informar-me dos motivos destas demissões e justificativas. A nota da Rede Bahia pouco explica, apesar de garantir que haverá espaço para as manifestações culturais das suas regiões e dando visibilidade e cobertura para assuntos de interesse da comunidade, afirmando ainda que o jornalismo da TV São Francisco continua atuante com entradas ao vivo e/ou gravadas para os programas estaduais ou nacionais (Globo e Globosat).

Não creio ser possível atender satisfatoriamente as necessidades de participação, comunicação e informação sem um time local, com conhecimento e atuação na nossa realidade.

Entendo perfeitamente as dificuldades momentâneas da Rede Bahia, a busca por diminuir custos, mas é inadmissível privar Juazeiro e a Região Norte da Bahia de um canal de informação tão importante quanto a televisão, principalmente em nome do lucro, quando a televisão é uma concessão do Poder Público.

Aos demitidos a inteira solidariedade da Mesa Diretora da Câmara de Vereadores e à população de Juazeiro e de toda o Norte da Bahia, a certeza que tudo faremos para que seja revertido este retrocesso na informação e comunicação.

Alex Tanuri/Presidente da Câmara de Vereadores de Juazeiro

Fonte

Deixe uma resposta