Presidiário beneficiado pelo “Saidão do Dia dos Pais” assalta, sequestra e causa mortes em acidente, em Brasília

  • Rafael Brunetti
  • 12/08/2018

Um presidiário beneficiado pelo “Saidão do Dia dos Pais” manteve duas pessoas como reféns, após roubar um relógio, foi perseguido pela Polícia Militar e provocou a morte de duas pessoas, em um acidente que envolveu três veículos e deixou mais sete feridos, na tarde deste sábado (11), em Brasília -DF.

Paulo Brás de Oliveira Júnior, de 23 anos, cumpre pena de mais de 8 anos por assalto a mão armada e associação criminosa em uma quadrilha especializada em roubar relógios.

O carro Mitsubishi TR4 branco foi tomado pelo presidiário da senhora Ilza Nogueira de Souza, 62 anos, que foi rendida e feita de refém com seu sobrinho de seis anos. O homem abandonou uma moto, quando fugia após roubar um relógio Rolex, na quadra 505, da Asa Sul, próximo ao prédio do Sesc.

A PM afirma que o criminoso chegou a atirar em policiais que o abordaram, antes de se fazer uma manobra brusca no veículo em que levava os reféns. Ele invadiu outra faixa e atingiu uma Kombi, no fim do Eixão Sul.

A Kombi bateu em um terceiro veículo, um EcoSport, quando sua motorista perdeu o controle ao ser atingida pelo carro dirigido pelo assaltante.

As pessoas que morreram estavam na Kombi. Uma delas foi identificada como Márcio Barbosa de Oliveira, que trabalhava há 30 anos no consultório de Tarô Dona Dayane, na 711 Sul.

Em 08 de março, o juiz Valter André de Lima Bueno Araújo, substituto da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal, deferiu pedido de transferência de Paulo Brás para o regime Semiaberto. E concedeu ao sentenciado autorizações para trabalho externo e saídas temporárias.

Veja imagens do acidente, feitas pela Polícia Militar o Distrito Federal:


Post Views:
6

Deixe uma resposta